Digital Transformation Lab – Episódio Ânima


Com o intuito de conectar clientes corporativos da Microsoft, desenvolvedores e Startups, a Microsoft promove o Digital Transformation Lab (DTL), uma iniciativa que dura algumas semanas e envolve as áreas de negócio do cliente para a definição de desafios que serão discutidos no formato de um hackaton.  

O evento tem a participação do ecossistema de startups e parceiros da Microsoft, que em conjunto com os profissionais do cliente, co- criam protótipos funcionais alinhados aos desafios definidos na primeira etapa.  

Nos dias 17 e 18 de março de 2018, foi a vez do grupo Ânima e Microsoft realizarem o hackathon em São Paulo. O grupo Ânima é uma das maiores organizações educacionais privadas do ensino superior no Brasil com sete unidades, 100 mil alunos e 6,5 mil funcionários. 

Com o objetivo de criar soluções em conjunto entre professores, funcionários e alunos, ergueu-se um hackathon com duração de 48 horas. Segundo Paula Ciscotto, gerente da área de saúde do grupo Ânima, a iniciativa pode “potencializar o aprendizado do aluno com uma experiência mais efetiva”, afirmou.  

Profissionais da área de pedagogia, desenvolvedores, áreas de negócio e tecnologias educacionais, desenvolveram protótipos com potencial para serem implementados em um curto espaço de tempo e capazes de resolver problemas reais da instituição como um todo. 

Durante as 48 horas de hackathon, muitas ideias foram tomando forma, se moldando a cada novo contato, a cada mentoria. Temas como seleção e agrupamento de dados, machine learning, mediação de ensino e aprendizagem, com objetivo de negócio e a vontade de promover a transformação digital, trabalharam de forma simbiótica e elevaram uma simples ideia a um status de solução. 

Após a etapa de desenvolvimento, os grupos apresentaram seus protótipos a uma banca que avaliou vários quesitos, dentre eles, facilidade de implementação e objetivo de negócio. 

Ao final, três grupos saíram vencedores. Em terceiro lugar o grupo GamiLang, que criou um game mobile em que o aluno tem uma visão de todo o planejamento e conteúdo durante o curso. Em segundo lugar, o grupo Presença Ânima desenvolveu uma solução automatizada para inclusão de presença do aluno utilizando QR Code. 

O grande vencedor foi o grupo OMNI, que desenvolveu uma solução que consiste na criação de um índice unificado e enriquecido dos dados existentes para uma melhor compreensão de cada aluno. 

Quer ficar por dentro de outros episódios do DTL? Acompanhe o Microsoft Tech e fique por dentro dos próximos DTLs. Se você é desenvolvedor ou tem um startup e gostaria de ser convidado para os próximos DTLs, envie um e-mail para dtlbrasil@microsoft.com.  

 

Veja como foi o evento:


Autor: Microsoft Tech