A jornada da Microsoft rumo ao Open Source


Algumas pessoas estranham quando a Microsoft fala sobre Open Source, mas abraçamos essa ideia de tal forma dentro da empresa que todos aqui realmente respiram Open Source.

Segundo o Vice-Presidente Sênior de tecnologia no Github, Jason Warner, atualmente a Microsoft é a maior contribuidora corporativa para FOSS (Free Open Source Software) dentro do Github. Essa notícia foi anunciada pela própria Github dentro do Microsoft Build 2018.

O nosso Github conta com 3.803 contribuidores e 1.789 repositórios. Dentre os inúmeros repositórios abertos temos: vscode, TypeScript, dotnet, api-guidelines, monaco-editor e ChakraCore.

Falamos, respiramos e desenvolvemos relações simbióticas entre nossas tecnologias e as tecnologias Open Source. Hoje temos Open Source que roda dentro do Azure, possuímos demos, documentação e treinamentos que mostram como você pode tirar o melhor do Open Source em conjunto com as tecnologias Microsoft.

Dentre as várias opções disponíveis atualmente você consegue, por exemplo, integrar o MySQL, WordPress, PostgreSQL, Node.js e Apache Guacamole, com o Azure. Também consegue trabalhar com várias linguagens de programação como Python, R, Java, PHP e muitas outras. Vai depender apenas da sua familiaridade com cada linguagem.

Afinal, a missão da Microsoft é empoderar qualquer pessoa e organização a ir além. E isso, no mundo do desenvolvimento de software, só é possível com a colaboração da comunidade, das pesquisas empresariais e da contribuição do Open Source.

O objetivo da Microsoft com o Open Source é habilitar, integrar, colaborar e entregar a melhor experiência e solução para o desenvolvedor. Uma das provas disso é que a Forrester reconheceu o Azure como a melhor experiência para o desenvolvedor.

Faça um tour pelo nosso Microsoft Tech e pela nossa documentação oficial e descubra quão longe você pode ir com a Microsoft e o Open Source.

 


Autor: Microsoft Tech